Polícia Civil pede que novo concurso público ofereça 680 vagas
   Wanessa  Oliveira  │     28 de agosto de 2018   │     12:42  │  2

A esperada abertura do edital para a Polícia Civil ganhou mais fôlego nesta semana com novas movimentações. Ao responder os questionamentos da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), a Delegacia Geral da Polícia Civil apresentou a necessidade de abertura de 680 vagas. O quantitativo foi publicado nesta terça-feira, 28, no Diário Oficial do Estado.

Diante dos estudos efetuados pelo órgão, as vagas precisam se distribuir da seguinte da forma: 500 para agentes de Polícia Civil, 120 escrivães e 60 delegados. Até então, a previsão era de abertura de 300 vagas.

O levantamento foi encaminhado à Superintendência de Planejamento, Orçamento, Finanças e Contabilidade da Polícia Civil de Alagoas, para avaliação do impacto orçamentário, e, em seguida, deve ser conduzido à SEPLAG. O concurso já está incluído na Lei 7.858, aprovada em 2016.

PEDIDO DE URGÊNCIA

Registrando uma série de despachos que alertam a carência de servidores públicos, a Academia da Polícia Civil expôs, em resposta a questionamento da SEPLAG, que a convocação dos últimos remanescentes do concurso de 2012 não seria o suficiente para repor o número de servidores que irão se aposentar nos próximos anos, de modo a solicitar “o mais rápido possível” o novo certame.

O órgão declara que há 1.472 Agentes da Polícia Civil atualmente, quando o número permitido e assegurado em lei é de 4 mil policiais. Há ainda um declínio no número de delegados, ameaçando a inviabilidade do funcionamento das delegacias, que já se encontram em situação precária em decorrência da falta de servidores. O órgão ainda alega que a política de intensificação de operações no Estado, e consequente aumento de instauração de inquéritos policiais, enseja ainda mais a necessidade de novos profissionais habilitados. O objetivo é não comprometer o tempo hábil das investigações, assim como sua qualidade.

ÚLTIMO CONCURSO

No último concurso realizado em 2012, foram oferecidas 240 vagas para agentes, 120 para escrivães e 40 para delegados, com remunerações entre R$ 2.017,80 a R$ 12. 593,22.

Para os cargos de agente e escrivão, é requisitado diploma de conclusão de curso superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. Especificamente para agente, é preciso ainda ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já para concorrer ao cargo de delegado da Polícia Civil, é necessária graduação em nível superior no curso de Direito, também em instituição reconhecida pelo MEC.

Tags:, , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Nunes

    O Sindpol informa que em torno de 700 policiais estão aptos a se aposentar, e a Delegacia Geral solicita concurso para 500, acredito que algo precisa ser esclarecido, essa conta não fecha.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *